Blog de Vinictus

Ela queria me abortar... Para ela eu era um erro... Mesmo assim eu nasci!

Não era para mim existir... Eu fui um acidente indesejado... Mas eu existo e estou aqui...

Há muito tempo atrás, havia uma prostituta que vivia para satisfazer os desejos mais obscuros escondidos por trás dos olhos de muitos homens goianos.

A tragédia da gravidez era tudo que não poderia acontecer na vida desta mulher... Ela não possuía estudo e seria praticamente impossível para ela se sustentar sem fazer programa.

Do outro lado da cidade, havia outra mulher chamada Elizabeth que descia do ônibus em uma manhã fria e nublada, com seu elegante uniforme de secretaria. Ela trabalhava em um hospital de uma das avenidas mais movimentadas de Goiânia.

Diariamente ela atendia as pacientes do consultório médico com um grande sorriso no rosto, contudo, lá no fundo de seu coração, ela sofria da frustração de ser uma mulher estéril e seu maior desejo, era ter um filho.

Na esperança de um dia ter um filho, essa mulher ficou 14 anos seguidos todas as quartas feiras indo na igreja para implorar para Deus uma criança.

A médica que ela trabalhava, fazia atendimentos voluntários em uma instituição religiosa de uma região periférica de Goiânia, para ajudar a comunidade carente a receber um atendimento ginecológico.

Em um de seus atendimentos, aquela mulher da vida, chegou aos prantos e arrasada até essa médica para dizer que estava grávida e que precisava abortar aquela criança porquê, caso contrário, ela e a criança morreria de fome.

A médica se sentiu afrontada pois o abordo ia muito contra os seus valores e naquele momento, lembrando de sua secretária que sonhava em ter um filho, ela tomou a decisão de fazer uma proposta para aquela mulher aflita.

- "Eu tenho uma proposta para você! Eu irei te alimentar, pagar suas contas e cuidar de você, mas quando a criança nascer, irei entregar para uma pessoa que irá cuidar muito bem dela".

A mulher topou a ideia. Enquanto isso, do outro lado da cidade, estava Elizabeth na igreja, quando de repente... Aparece uma mulher simples, com vestido florido e misteriosa que se aproxima de Elizabeth no momento da oração e diz:

"Deus ouviu as suas orações! Por 14 anos de insistência, você terá um filho que nascerá no dia 14 de Janeiro de 1996".

Elizabeth ficou extremamente feliz e grata. Quando chegou em casa, disse ao seu marido a notícia e ele vibrou de alegria, mas no entanto... Os meses foram se passando e Elizabeth não engravidava. Seu marido começou a achar que era uma besteira continuar acreditando que um dia um menino poderia chegar.

Até que finalmente, no dia 14 de Janeiro de 1996 eu nasci... A médica ligou para minha mãe no domingo às 19:20 com muito entusiasmo:

"Beth, Beeeeeeeth!!! Seu bebê nasceu!!!".

Sem questionar, Elizabeth e seu marido vai até o hospital e eu fui entregue para essa mulher!

Gosto de dizer que ela pode não ser a rainha da Inglaterra, mas Elizabeth é a rainha da minha casa e eu sou o seu pequeno Príncipe sadomasoquista...

Não era para mim existir... Meu destino era ser um feto abortado, no entanto, estou aqui e sou muito grato pela oportunidade de viver nesse mundo... Veja só quantas aventuras eu já vivi, quantas pessoas maravilhosas pude conhecer!

Sim... Esse mundo é maravilhoso e escrevendo este texto, me lembrei o quanto é bom existir. Obrigado mais uma vez por ler meus textos aleatórios de histórias da minha vida.

Translate
Last edited on 6/17/2022 4:57 AM by Vinictus
PermaLink
87%

Comments

1

Paul Vincent (19)

6/17/2022 6:29 AM

Parabéns é ótimo !

Translate